quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

O Último de 2009.

2009 definitivamente foi um ano de altos e baixos. E até acredito que cada ano seja um tanto assim. Entretanto, dessa vez foram dois extremos, como uma montanha russa que desce lá no fundo para depois subir bem alto e no segundo seguinte estar embaixo novamente. Acho que essa é a melhor analogia do que esse ano foi, pelo menos, para mim. Eu perdi diversas coisas - materiais e sentimentais - e ganhei diversas outras também. Algumas foram realmente compensadas, outras não valeram tanto assim. O importante aqui é saber que o saldo foi positivo. Infelizmente só consegui ler em torno de uns 26 livros (em anexo), não atingindo minha meta dos 50, mas fico muito feliz em contar que a meta número 1 - passar no vestibular(de novo) - foi atingida com menção honrosa. A vida é uma questão de trocas e sacrifícios, e acho que nenhum terá tanto valor em minha vida quanto ao desse vestibular, em que diferente da maioria das pessoas, eu não estudei só para passar em um curso específico, eu estudei para superar minhas notas, meus problemas e meus medos. Esse ano, eu aprendi que a maior parte das pessoas teve ou terá alguma grande decepção na vida, e esse tipo de situação não serve só para fazer-nos derramar lágrimas e lágrimas, mas principalmente para aprendermos com os fatos e encararmos a vida o melhor que pudemos. Aprendi que há diversos tipos de amizade. Recebi duas visitas especiais de amigos que estão longe fisicamente, mas em coração permanecem comigo sempre que eu preciso. Aprendi que as pessoas podem te tratar de toda forma, mas o mais importante é a forma que você trata, a maneira como encara os acontecimentos, o seu ângulo de visão. Porque tudo é muito subjetivo. Conheci diversas pessoas interessantes, que só por elas, o ano já teria valido muito. E eu poderia até citar nomes, mas vai contra a política oficial do blog. Várias pessoas famosas que eu nunca poderia imaginar simplesmente morreram e diversos relacionamentos que eu não esperaria acabaram. Decepcionei-me um milhão de vezes com a mesma pessoa e resolvi deletá-la de vez da minha vida, o que foi extremamente mais positivo. Perdoei mesmo sem a pessoa se dar conta disso e espero que ela seja feliz. Dancei muito (uma boa safra de House, como diria o Henrique), bebi muito (em algumas festas), tropecei muito (como sempre) e quase bati o carro umas trezentas vezes (sóbria, para esclarecer). Fui à quase todas as festas possíveis, li todos os textos, consegui meu SS em INTECO, participei de dois projetos de extensão, joguei no JiUNBs (muito mal, por sinal), me apaixonei de novo pela UNB, perdi as eleições do CA mas ganhei vários amigos. Consegui avancar na escrita do meu livro e pretendo  publicá-lo. Briguei, chorei e ri bastante. Subi e desci na montanha russa da vida e do humor (e acredite, o meu varia bastante). Por fim, descobri um refúgio físico, e acima de tudo, descobri que o maior refúgio está dentro de nós mesmos. O importante é viver em paz com a própria consciência. Porque príncipios e caráter são coisas que não se pode comprar.

Se a palavra chave do Natal é o perdão, a palavra do Ano Novo só pode ser Esperança. Espero que 2010 seja um ano maravilhoso e repleto de realizações. Porque esperança não é verbo, mas se conjuga.
Feliz ano novo.

...

Anexo => Lista de livros lidos em 2009:

1 - "A Libélula no Âmbar" (série "Outlander") - Diana G. [finalizado]
2 - “O Rei do Inverno" (série "As Crônicas de Arthur") - Bernard Cornwell
3 - "Lua Nova" (série "Twilight") - Stephenie Meyer
4 - "Eclipse" (série "Twilight") - Stephenie Meyer
5 - "O Inimigo de Deus" (série "As Crônicas de Arthur") - Bernard Cornwell
6 - "Excalibur" (série "As Crônicas de Arthur") - Bernard Cornwell
7 - "Memórias Póstumas de Brás Cubas" - Machado de Assis
8 - "Morte dos Reis" (série "O Imperador") - Con Iguilden
9 - "A Hora da Estrela" - Clarisse Lispector
10 - "O Ateneu" - Raul Pompéia
11 - "Campo de Espadas" (série "O Imperador") - Con Iguilden
12 - "Le Petit Prince" - Antoine de Saint-Exupéry
13 - "Morto Até o Anoitecer" - Charlaine Harris
14 - "Comer, Rezar, Amar" - Elizabeth Gilbert
15 - "20 Mil Léguas Submarinas" - Júlio Verne
16 - "Tristão e Isolda" - Lenda Celta Medieval [autor desconhecido]
17 - "O Amor nos Tempos do Coléra" - Gabriel Garcia Marquez
18 - "O Pistoleiro" (série "A Torre Negra") - Stephen King
19 - "Vampiros em Dallas" - Charlaine Harris
20 - "A Menina que Roubava Livros" - Markus S.
21 - "O Anticristo" - F. Nietzche
22 - "O Despertar" (série "Diários do Vampiro") - L.S. Smith
23 - "A Mão e a Luva" - Machado de Assis
24 - "O Vendedor de Sonhos" - Augusto Cury
25 - "Memorial do Convento" - José Saramago
26 - "O Sobrinho do Mago" (série "As Crônicas de Nárnia")
27 - talvez acabe "O Leão, A Feiticeira e o Guarda-Roupa" antes do dia acabar :)

O que eu mais gostei foi "A Menina que Roubava Livros" e o que eu menos gostei foi "O Ateneu", chatíssimo. Para 2010, podem me dar livros de aniversário que eu ficarei muito feliz. Caramba, já vou fazer 21!!!!!!!

3 comentários:

  1. Happy New year 2010.
    http://abebedorespgondufo.blogs.sapo.pt/

    ResponderExcluir
  2. "Ela roubava livros, ele roubava as estrelas". O ateneu é pior que a divina chatice?
    2010 vai ser o seu ano. De repente até o meu ano também 8B

    ResponderExcluir
  3. "quase bati o carro umas trezentas vezes (sóbria, para esclarecer)"

    não que alguém duvide da sua capacidade de bater o carro nas CNTP

    ResponderExcluir